“Gostaria de ser um pássaro, voar alto e gritar por toda a parte do mundo: sou feliz, porque fui escolhida e alcançada por Cristo, a quem entrego a minha vida todos os dias, vivo como uma criança, apenas confio e digo: AQUI ESTOU!”

Sou Cleonice Nadine de Barros Monteiro, tenho 29 anos, sou Cabo Verdiana, pertenço a congregação das Escravas da Santíssima Eucaristia e da Mãe de Deus e atualmente vivo em Portugal em lisboa.

Nasce no seio de uma família católica e desde muito nova senti o desejo de levar uma vida diferente, ou seja, de servir e seguir a Cristo. Aos 12 anos comecei a pensar em entrar para um convento, mas na realidade eu não sabia bem o que era isso, mas queria porque via um Irmã que era minha vizinha e netão dizia que gostava de ser como ela. Falava com a minha avó sobre este desejo, mas ela dizia-me por agora, porque é muito cedo e ainda és uma criança, o que precisas agora é estudar. Fui crescendo e a minha avó com quem eu vivia, sempre ajudando a caminhar na fé e a fazer todos os sacramentos, pertencer a coros, catequese … e assim foi passando o tempo. Na minha escola todos os meus colegas sabiam que eu queria ser freira, alguns achavam algo muito lindo e extraordinário e outros me chamavam de maluca e me rejeitavam das suas brincadeiras, conversas e até mesmo do grupo de estudos.

Aos 15 anos este desejo tornou-se em algo superior as minhas forças e precisava de ajuda para poder perceber o que realmente queria e o que se estava a passar comigo, então comecei a frequentar mais as Igrejas e a estar mais distantes dos meus colegas , pois poucos me entendiam e isto fazia-me ficar muito isolada e todas as pessoas com quem eu falava sobre o desejo de ser freira, entregar-me ao Senhor , sempre diziam que eu era muito nova.

Certo dia , um grupo de jovens portugueses foram fazer um campo de ferias em Cabo Verde e eu participava nas atividades deste campo de ferias, então conhece a Salomé , uma das jovens com quem partilhei o meu desejo e a inquietação que sentia, então ela indicou-me o Padre José Mari, um padre Cabo Verdiano que os apoiava a nível das confissões e celebração eucarística, falei com o Padre José Maria sobre o que estava a sentir e na altura levou-me a conhecer varias congregações religiosas e de todas elas apaixonei-me pela nossa congregação , Escravas da Santíssima Eucaristia da Mãe de Deus, na altura fiquei encantada com missão das Irmãs como educadoras, professoras, duas das coisas que sempre gostei muito. Desde ai passei a participar nos encontros vocacionais e a visitar as Irmãs muitas vezes e fui descobrindo outras coisas e a descoberta pela adoração ao Santíssimo, foi para mim algo de extraordinário que encheu a minha alma e assim descobre que realmente ali o Senhor me queria e me chamava a ser Escrava da Eucaristia a e levar Este amor a todos os que ainda não o conheciam.

Aos 17 anos entrei na congregação, na altura tinha começado o meu 10ºano e a minha caminhada como aspirante e passei dois anos quase três como aspirante na casa das Irmãs em Miraflores, Cabo Verde , e aos 19 anos vim para Portugal , onde iniciei o meu postulando e fiz a minha caminhada na casa de formação e assim fui conhecendo mais a congregação e depois de 1 ano comecei o meu noviciado , uma etapa muito bela, vivida com muita alegria, mas também com muito sacrifício , procurando o que Deus queria de mim e se realmente estava no caminho que Ele tinha escolhido para mim, foram anos duros, mas felizes, onde me tornei o que realmente sou hoje , foram tempo de amadurecimento e de intimidade e de muita amizade com o meu AMADO.

E assim, depois desta etapa de noviciado, aos 25 no dia 20 de setembro de 2015, fiz a minha primeira Profissão Religiosa como Irmã na Congregação das Escravas da Eucaristia e Da Mãe de Deus ao qual pertenço e com a ajuda de Deus espero fazer parte até aos fim da minha vida neste mundo, levar a missão que Jesus confiou a nossa querida fundadora, Madre Trindade , esta missão eucarística, levar os pequeninos a fazer companhia a Jesus presente no sacrário, ser extensão do amor de Cristo. Por isso, o meu desejo de ser um pássaro, voar bem alto e gritar: encontrei o meu amado, venham conhecê-lo, não existe amor maior do que o de Cristo.

Hoje sou juniora do quinto ano , vivo em lisboa, numa das nossas comunidades no colégio Externato Mãe de Deus, conclui a minha licenciatura em Ciências Religiosa e acabei de concluir o 1º ano de Mestrado no mesmo , e aqui nesta comunidade que Deus me colocou, na minha missão de cada dia vou procurando em cada dia ser esta extensão eucarística como sempre fez a nossa fundadora Madre Trindade no meio dos mais pequenos, e mais desfavorecidos.

Esta web no utiliza tus cookies para nada.    Ver Política de cookies
Privacidad