???????????????????????????????

Procesión con el Santísimo por los jardines del Carmen de Conchita. 13-junio-2015

Depois de seis anos (desde o 1 de maio de 1939) no convento Sancti Spiritus no Albaicín de Granada, a Comunidade de Escravas da Santísima Eucaristía e da Mãe de Deus mudam-se o 13 de junho de 1945 ao Carmen de Conchita, junto à Alhambra.

«Carmen de Conchita» chama-se hoje ao antigo Carmen de San Valentín, onde passou os últimos meses de sua vida a Serva de Deus Conchita Barrecheguren.

Depois da morte de sua filha e de sua esposa e antes de entrar na congregação dos Misioneros Redentoristas, Dom Francisco recebe a visita de Madre Trinidad onde lhe expressa uma comunicação interior, que estando em oração, recebeu de Conchita dizendo-lhe que seu desejo era que no Carmen se estabelecesse uma comunidade de religiosas, cujos fins seja a adoração à Eucaristía. Desde então é o lugar de culto, onde além de ser centro de adoraçao, acolhe a muitos devotos que acercam a visitar o museu da Serva de Deus Conchita.

No dia 13 de junho a comunidade de Granada celebrava os 70 anos de presença no Carmen. E, como a cada 13 de junho, o Santísimo foi levado em procissão pelos jardins. Vivemo-lo como momento de bênção e acção de graças por estes 70 anos de presença nesta casa.

Que Deus siga acompanhando a cada uma das actividades que nela se realizam e que nossa vida de adoração, atraia a muitas jovens que queiram adorar a Deus «em Espírito e Verdade».

Esta web no utiliza tus cookies para nada.    Ver Política de cookies