…onde se viveu fragilizada, mas muito fervorosa. Faleceu em 3 de agosto de 2022.

A Irmã Ângela nasceu a 13/05/1927, na Freguesia de Santa Maria do Souto, Concelho de Guimarães, Distrito e Diocese de Braga.

Pais: António da Costa e Otelinda Lopes.

Foi batizada na Igreja Paroquial de Santa Maria do Souto a 20/05/1927 e, nesta terra viveu até à entrada na Congregação. Entrou a 05/01/1953 na Comunidade de Braga.

Começou o Postulantado a 02/02/1953; o Noviciado a 22/08/1953; Primeira Profissão a 06/01/1956; Profissão Perpétua a 06/01/1962 na Comunidade de Braga, sendo Superiora a Madre Angelina e por companheiras, as Irmãs: Nascimento, Teresinha Araújo, Angélica e Rosário ( Eulália ).

Celebrou as BODAS DE PRATA a 06/01/1981 na Comunidade do Porto e as BODAS DE OURO a 06/01/2006 na Comunidade de Braga.

Sendo noviça do 2º ano, a Irmã Ângela vai para a Comunidade do Porto com o encargo de acompanhar as meninas internas. Depois da Primeira Profissão e da Profissão Perpétua, passou os anos nas Comunidades do Porto, Lisboa e Braga, cuidando das meninas internas e na costura que foi o seu forte. Na Comunidade do Porto, estudou e fez o 12º ano de escolaridade. Estudou entre 1956 e 1973.

Depois da morte da Madre Angelina a 12/10/1977 na Comunidade do Porto, a Irmã Ângela é nomeada Superiora mas, com as outras Irmãs, continuou a apoiar as alunas internas, sendo algumas universitárias, e a dar catequese na Paróquia de Cedofeita.

Em 1983, a Irmã Ângela foi enviada como missionária para Angola, servindo nas Comunidades de Cristo Rei e Catete. Também esteve na Comunidade da Mãe de Deus no Bairro das Ingombotas, onde exerceu o cargo de Superiora. Mais tarde, foi para o Lubango, Comunidade de Santa Teresinha, onde deu um grande apoio à Comunidade, sobretudo, na costura e no testemunho de vida sacrificada. Era uma religiosa aberta e pronta para ajudar as pessoas necessitadas, um exemplo de entrega silenciosa e humilde, trabalhadora incansável e boa conselheira em todos os sentidos. Em 2003, deixou Angola e integrou-se na Comunidade de Braga.

Nesta Comunidade, a Irmã Ângela dedicou-se inteiramente ao trabalho de costura e deu o seu apoio no arranjo do refeitório e da loiça na cozinha. Também estava sempre pronta para substituir alguma Irmã no serviço da porta e noutros trabalhos necessários. Foi uma Irmã muito fervorosa, amante da adoração, simples e sempre disponível para fazer o bem a todos.

A Irmã Ângela, estando já muito abatida e com fortes dificuldades ósseas/musculares e auditivas, deu entrada na Comunidade das Irmãs Idosas em Fátima a 24/07/2014, onde se viveu fragilizada, mas muito fervorosa. Faleceu em 3 de agosto de 2022.

Esta web no utiliza tus cookies para nada.    Ver Política de cookies
Privacidad